Quando escrevo sinto a vida asfixiando a morte!



Marluce Freire Nascasbez


Charme? Caráter? Fosse o que fosse, ela tinha isso.


Virginia Woolf



domingo, 19 de julho de 2009

Plúmbeo

.



Maria carrega na face um olhar soturno
De quem sofreu,
De quem tropeçou,
De quem foi lesada!
De quem foi ferida... às costas...

O que sofreu Maria?
Tudo d0 que a vida não mais lhe repõe...

Mas Maria ainda carrega um brilho no olhar,
No qual se afoga o lôbrego
E dá espaço para o acreditar na vida,
É assim do que é feito “ Maria”!



Marluce Freire Nascasbez

Nenhum comentário:

Postar um comentário