Quando escrevo sinto a vida asfixiando a morte!



Marluce Freire Nascasbez


Charme? Caráter? Fosse o que fosse, ela tinha isso.


Virginia Woolf



terça-feira, 1 de setembro de 2009

O banho da lua...

.
.
.
A lua toma banho no rio,
Flutua refletida na água fria,
Levitando...
E é carregada pelas águas que levam as pétalas mortas
Das flores de laranjeira,
Que acompanham silenciosas,
Perfumando o banho da lua...



.
Marluce Freire Nascasbez
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário