Quando escrevo sinto a vida asfixiando a morte!



Marluce Freire Nascasbez


Charme? Caráter? Fosse o que fosse, ela tinha isso.


Virginia Woolf



quarta-feira, 16 de junho de 2010

Efêmero

.
Imagem pesquisa do gloogle
.
.
Quando eu não voltar mais




Morrerão meus passos

Nos lugares nos quais passei!?

E sofrerão de tristeza os que me esperavam passar...







Calará minha voz,

O silêncio frio de quem ficou à minha espera,

E soluçará a saudade no peito de alguém!









E o “pó”?

O vento irá despedaçá-lo no vácuo,



Distribuindo-me dentro de cada verso que escrevi,





Mas morrerei em tudo que vivi

E não consegui fazê-lo verso!



Marluce Freire Nascasbez
.
.

10 comentários:

  1. Estamos "efêmeras" queridas Marluce.
    Mas tenho certeza de que "o vento não irá despedaçar-nos no vácuo", pois não escrevemos no pó e nossos versos sobreviverão a qualquer dor que possamos sentir.

    Um grande bj, amiga

    ResponderExcluir
  2. Marluce, bonito por tal profundidade.

    ResponderExcluir
  3. Oie Marluce...
    Também adoro suas escritas viu?São tocantes!
    Parabéns pela sensibilidade!
    Um beijo no coração!

    ResponderExcluir
  4. Marluce minha querida!
    Vim agradecer seu carinho no meu blog, e entro aqui e fico EN-CAN-TA-DA com a sua poesia.
    Que lindoooo isso minha querida.

    "Mas morrerei em tudo que eu vivi"

    Perfeitoooooo!
    Um abraço grande!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Marluce,

    feliz de quem tem versos para jamais ser efêmero... os pós também se levantam e se multiplicam!!!

    abçs

    ResponderExcluir
  6. Felicitades per el magnifico blog.
    aludas del Belgica.
    http://blog.senioreenet.be/louisette/
    http://retrieverhond.eigenstart.nl/

    ResponderExcluir
  7. Agradeço sua visita e seu comentário no meu simples cantinho.
    Me deu a oportunidade de vir aqui e me encantar com tuas palavras.

    Nossos passos nunca morrem no lugar por onde passamos, os rastros sempre ficarão pelo caminho, e quem escreve versos se eternizam no tempo.

    Te leio. Te sigo.

    .
    .

    ResponderExcluir
  8. "Mas morrerei em tudo que vivi
    E não consegui fazê-lo verso!"

    parece sina...

    beijos floridos!

    ResponderExcluir
  9. Olá qridaa....qro lhe agredcr por comentar meu simples e iniciante Blog, É este carinho que alimenta minha vontade de escrever!!!
    Adoreiii seu Blog e sim "soluçará a saudade no peito de alguém” pq a saudade é o sentimento mais verdadeiro, e nem o tempo pode afasta-la.
    E o tempo não morrerá pq o tempo, o tempo é só um.
    Um grande Bj.

    ResponderExcluir
  10. Você é uma QUERIDAAAAAA Marluce!

    Um abraço do tamnho do mundo!!!

    ResponderExcluir