Quando escrevo sinto a vida asfixiando a morte!



Marluce Freire Nascasbez


Charme? Caráter? Fosse o que fosse, ela tinha isso.


Virginia Woolf



domingo, 5 de julho de 2009

PASSAGEM Em Veneza de Brasileiros

Passagem

Sento-me à plataforma da estação
A ver o trem passar!
Passa o trem
E o aceno da menina...
Passa o trem
E o olhar cálido da mocinha...
Passa o trem
E um sorriso leve no rosto da mulher,
Transformando-a em velhinha...
Passa o trem
E eu também!?...
E a plataforma
Não é ponto de chegada,
Não é ponto de partida,
É caminho de passagem!
Eis a viva,
Passagem!

Marluce Freire Nascasbez



http://venezadebrasileiros.blogspot.com/2007/09/cad-marluce.html

Osvaldo Barreto e André Lins

Nenhum comentário:

Postar um comentário