Quando escrevo sinto a vida asfixiando a morte!



Marluce Freire Nascasbez


Charme? Caráter? Fosse o que fosse, ela tinha isso.


Virginia Woolf



sexta-feira, 7 de maio de 2010

                                           Súplica de mãe!

                            
                         Foto: Marluce Freire Nascasbez



Senhor,

Quando meu filho

Estiver sozinho,

Sem à minha proteção de mãe,

Terá unicamente à Tua!
.

Quando longe de meu afago,

Peço-Te humildemente:

Cuida dele Meu Senhor,

Acolhe-o em Teu colo Santo,

Nina-o em Teus braços Sagrados

Quando ele sentir falta dos meus...

Quando ele nesse mundo,

Não puder mais contar com eles...

.

Cura-o das dores que

Afligem os homens...

Preenche o coração dele

Com Tua Luz Divina!


Que o anjo de guarda dele,

Tenha o coração

De uma Mãe!
.

É doloroso estar distante do filho,

Ele chorar

E a mãe não estar por perto!

E por estar distante,

A mãe só se estertorar

Por não atender o chamado

Do filho

Que clama pela mãe!


.
Mãe,

Mãe está ali,

Sempre forte

Por mais frágil que seja!

Por mais longe do filho

Que esteja,

Ela está a ele entrelaçada

Por uma ligação divina,

Que nada nesse mundo

Desfaz!


.
Marluce Freire Nascasbez
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário