Quando escrevo sinto a vida asfixiando a morte!



Marluce Freire Nascasbez


Charme? Caráter? Fosse o que fosse, ela tinha isso.


Virginia Woolf



sexta-feira, 7 de maio de 2010

.
.
Foto: Marluce Freire Nascasbez


.
Rogos de uma mãe


Uma mãe é viver sempre orar!

                                     A pedir a Deus:

                                    Cuida de meu filho

                                     Meu bom Senhor!
                                    
                                    Senhor,

                                   Ampare-o,

                                   Para que ele não seja vítima do mal,

                                  Nem vitime ninguém!

                                 Que eu tenha o privilégio,

                                 De sempre Te agradecer:

                                 Obrigado Senhor,

                                Por eu ter em minhas mãos

                               A confiança

                               De guiar na vida, um filho Teu,

                               Amá-lo, tanto quanto

                              Vós o amais!

.
                              Meu filho,

                             É um homem

                             Mas para toda mãe

                            O homem é um menino crescido,

                            Que por mais forte que seja,

                            Sente-se protegido

                           Nos braços frágeis

                           De uma MULHER,

                          Chamada de MÃE!


                          E é essa mulher quem faz o homem!




Marluce Freire Nascasbez
.

2 comentários: