Quando escrevo sinto a vida asfixiando a morte!



Marluce Freire Nascasbez


Charme? Caráter? Fosse o que fosse, ela tinha isso.


Virginia Woolf



sábado, 7 de agosto de 2010




.
.

Tudo que não te esperou,

não teve a mesma resistência

que meu coração!





             Marluce Freire Nascasbez
.
.

9 comentários:

  1. Marluce, te confesso:

    Seu blog é um dos meus favoritos.

    AMOOOOOOOO o que vc escreve, minha amiga!!!
    Que alma mais linda você tem.

    Um abraço meu!

    ResponderExcluir
  2. Um coração apaixonado espera o tempo que for necessário.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Adoro seus poemas curtos, eles tem uma intensidade! Abçs e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Marluce,

    é que nosso coração é "traidor"... um doce traidor que, nas nossas inconsequências, nos faz tão felizes. Lindo poema!

    um abç

    Betha

    ResponderExcluir
  5. Oi, Marluce!!!
    Belos e expressivos versos,que me emocionaram!!! Lindo, o teu blog!!!
    Meu carinhoso abraço!!!

    ResponderExcluir
  6. E se não teve a mesma resistencia,,ao certo não mereceu todo o esforço,,,obrigado pelo carinho de sua visita,,,prazer imenso,,,volte sempre que desejar,,,um grande beijo e uma bela semana pra ti.

    ResponderExcluir
  7. Marluce, você é uma querida.

    Incrivel, como esse blog, me trouxe pessoas tão lindas.
    Meu Deus, como agradecer a tudo isso???

    Você já faz parte dos meus dias, acredite.

    Leoninas e intensassssssss rs.

    Sou do dia 22 de Agosto, e você?

    Beijooooooooo querida amiga!!!

    ResponderExcluir
  8. Beijo carinhoso de bom dia pra ti amiga.

    ResponderExcluir
  9. Olááá!!!!ameii o seu comentário...muito lindo!
    Na verdade fiquei totalmente 100palavras p/lhe retribuir todo carinho...:)
    E este blog, cada vz +lindo e com muitas novidades, belas fotos e palavras com muita emoção.
    Um grande bj!

    ResponderExcluir