Quando escrevo sinto a vida asfixiando a morte!



Marluce Freire Nascasbez


Charme? Caráter? Fosse o que fosse, ela tinha isso.


Virginia Woolf



domingo, 24 de outubro de 2010

Coisas do meu sertão...


.
.


A lua é mais bonita,

Lá pertinho da capela!



Lá onde se faz o sinal da cruz,

Lá onde “os vivas” a Jesus

São tão cheios de tanta fé...



Lá a lua flui divindade

Ao conter-se em oração!



Lá a lua é mais bonita!



Lá, a lua entra e reza na capela!



E minha prece envio de carona pela lua,

Para céu!





A lua é mais bonita,

Lá pertinho da capela!





Marluce Freire Nascasbez

.
.

4 comentários:

  1. Oi Marluce

    Amiga Querida... grata pela visita e pelo carinho de suas palavras.

    Estarei sempre a espera de suas "Veredas"...

    Beijo
    Sil
    Sempre aqui

    ResponderExcluir
  2. Sobre a Lua e seu Sertão...


    Linda dissertação... linda poesia!


    Feliz de quem contempla a Lua e a convida para sua vida.

    Beijo
    Sil
    Sempre aqui

    ResponderExcluir
  3. A lua, a capela, a prece...
    Um cenário quase místico!

    beijo :)

    ResponderExcluir
  4. Olá Marluce
    No sertão a fé é mais pura, e o luar mais claro.
    Bjux

    ResponderExcluir