Quando escrevo sinto a vida asfixiando a morte!



Marluce Freire Nascasbez


Charme? Caráter? Fosse o que fosse, ela tinha isso.


Virginia Woolf



quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Saudade sempre-viva

.
.


.



Como a sempre-viva
Também vive uma flor dentro de mim
Viva, sempre...
Conhecida como saudade!



Marluce Freire Nascasbez
.

.

Foto:Kirkotinha em Veredas por Marluce

http://www.flickr.com/photos/ericamoura/2910256603/

Érica Moura

Nenhum comentário:

Postar um comentário