Quando escrevo sinto a vida asfixiando a morte!



Marluce Freire Nascasbez


Charme? Caráter? Fosse o que fosse, ela tinha isso.


Virginia Woolf



quarta-feira, 14 de julho de 2010

Imagem do gloogle (?)


.

Um dia há de existir

Essa mulher que, amordaçada,

Mantenho adentro de mim!








Marluce Freire Nascasbez

5 comentários:

  1. Liberte-a e viva plenamente você mesma.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Marluce,
    Estive aqui para uma visitinha. Bjos.

    ResponderExcluir
  3. E o que essa mulher carrega? Quais seus sonhos? Seus desejos? O que essa mulher pode nos dizer?
    Por que essa outra é sensível e nos emociona sempre com sua poesia!
    Uma noite boa!

    ResponderExcluir
  4. Essa mulher já fala em versos e pensamentos.
    Beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  5. Desde el interior
    se escucha el silencio
    que amordazado pugna por salir.

    Haiku S.C.

    Un saludo

    ResponderExcluir