Quando escrevo sinto a vida asfixiando a morte!



Marluce Freire Nascasbez


Charme? Caráter? Fosse o que fosse, ela tinha isso.


Virginia Woolf



domingo, 14 de novembro de 2010

.
.







Imagem web

.
.


Visito sempre uma rua em que morei há muitos anos!



Ela continua intacta

Na rua que guardei em mim!



Mas joguei fora a saudade que sentia dela,

Pois ela incomoda-me todas as vezes que faço essa visita!



Aperta-me os calos quando eu ando nessa rua

E eu nem se quer piso no chão...





Marluce Freire Nascasbez
.

 

2 comentários:

  1. Olá Marluce
    Da rua onde nasci e me crie, não resta mais nada, além das fotos e da saudade.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. Sinto saudades da rua que passei minha infância. Mas as pessoas não são mais as mesmas. Queria ela intacta.

    ResponderExcluir